Seus anúncios não estão dando o retorno esperado? Nós sabemos o motivo!

No texto sobre e-mail marketing conversamos um pouco sobre você PARAR de entrar em contato com o seu cliente apenas para pedir para ele comprar seu produto ou contratar sua prestação de serviço. Em resumo: foque na experiência do usuário nas suas redes sociais e seja marcante no seu conteúdo. Trabalhe nisso pensando que a compra é o resultado dessa aproximação.

Dicas e ferramentas de e-mail marketing que você ainda não conhece

A verdade é: ninguém acessa o Facebook ou o Instagram logo cedo com a expectativa de encontrar vários anúncios. Essa regra vale inclusive para o Google. Vamos pegar o seu hábito de navegação para exemplificar. 

Quando você pesquisa algo no Google, como por exemplo “Curso de marketing digital Goiânia” o motor de busca já te apresenta anúncios e resultados orgânicos, assim como ilustrado na imagem abaixo:

É natural que o usuário ignore os anúncios, por já saber que aquilo se trata de publicações pagas e muito provavelmente não tenha o conteúdo que ele busca. Aqui na Garagem de Ideias nós sabemos e ensinamos isso. Por isso investimos tanto em SEO (orgânico).

Perceba que a Garagem está entre os 3 primeiros resultados.

Mas e você: tem o hábito de clicar nos anúncios antes de ver o resultado orgânico?

Levando tudo isso em consideração, temos então a nossa primeira regra e também a mais importante: anúncios não precisam parecer anúncios.

01. CUIDADO COM O LAYOUT DO SEU ANÚNCIO

Vamos direto ao ponto: use imagens que façam sentido para o seu público-alvo e que transmitam confiança.

Pegamos como exemplo o Twitter da Ponto Frio. A publicação que linkamos abaixo é do dia 07 de julho de 2017. A empresa aproveitou o mascote e o lançamento do filme Homem Aranha para criar uma publicação bem humorada e aproximar ainda mais o cliente em potencial.

A imagem é acompanhada por um link que vai direto para o e-commerce da empresa, com vários produtos temáticos do homem aranha. Confira:

Lembra da nossa regra de ouro? Anúncios não precisam parecer anúncios!

Sem que o usuário perceba, a Ponto Frio está vendendo seus produtos. Não é uma estratégia nova. Pepsi, Ponto Frio, Netflix e Nubank… Todos usam basicamente a mesma comunicação para aproximar o usuário: eles investem em uma comunicação pensada na experiência do usuário, com publicações que não pareçam anúncios. 

02. CUIDADO COM A DESCRIÇÃO DA PUBLICAÇÃO

Crie um texto de apoio para o anúncio que dê as informações que o seu cliente em potencial precisa. O seu produto ou serviço soluciona um problema? Mostre isso para o seu cliente de forma clara e objetiva. 

03. HABILITE UM LINK DE CADASTRO OU ACESSO

Outro grande e importante recurso é o CTA (Call to Action) para que o usuário tenha um site, blog, loja virtual ou landing page para acessar. A experiência do usuário com a sua marca não pode apenas se resumir aos posts no Facebook, Twitter e Instagram. Leve-o para “dentro da sua casa”.

No curso de marketing digital com photoshop da Garagem ensinamos nossos alunos a criarem suas próprias landing pages para isso: captar leads através das redes sociais. 

COMMENTS

Leave a Comment